sexta-feira, 24 de maio de 2019

Catedral de Burgos Fonte de Santa Maria

Fonte de Santa Maria em frente à Catedral com a porta que tem o mesmo nome. No cimo da fonte podemos ver a Virgem Maria com o Menino. 
Idalisa ao pé desta bela e refrescante fonte. 

Muito bonitas estas esculturas.
São três as portas que compõem a fachada e foram realizadas e reformadas posteriormente. A porta central, por exemplo, denominada de Porta do Perdão, foi construída em 1790 no estilo neoclássico, e as laterais foram reformadas no séc. XVII.
O Papa-moscas é um autómato da Catedral de Burgos que a cada hora certa abre a boca enquanto move o braço direito para operar o badalo de um sino.
O Papa-moscas está localizado no topo da nave principal, na janela acima do trifório, cerca de 15 metros de altura, na primeira secção do pé da basílica. É uma figura de meio comprimento que olha para a face de um relógio. As características de seu rosto são Mefistófeles e mostra uma partitura em sua mão direita. Com esta mesma mão ele empunha a corrente do badalo de um sino. A cada hora certa é activado um mecanismo que move o braço que faz com que os sinos toquem. A melhor hora para ver o autómato em andamento é, logicamente, as doze horas, quando ele acerta doze golpes e abre e fecha a boca doze vezes.
Este autómato tem o nome de Papa-moscas porque mantém sua boca aberta para pegar moscas esperando por eles entrarem.



Burgos, Semana Santa de 2019

quinta-feira, 23 de maio de 2019

Catedral de Burgos Porta dos Apóstolos

Porta dos Apóstolos, da Coronería ou Alta da Catedral de Burgos, foi feita por volta de 1250, considerando o mestre Enrique como seu principal arquitecto. Dedicado ao Juízo Final, no tímpano encontramos Cristo Juiz, sentado e ensinando suas feridas aos fiéis. A Virgem, à sua direita, e São João Batista, à sua esquerda, imploram sua misericórdia, configurando uma característica de deis. 
 O tímpano é encimado por anjos que mostram a cruz e o sudário, enquanto nos outros lados os anjos exibem a coluna e a lança, ícones do martírio do Salvador. Sob o Cristo é São Miguel pesando almas; à sua esquerda estão os condenados, sob a influência de Satanás; À direita, depois de atravessar uma pequena porta, encontramos os escolhidos. Nos archivolts querubins, anjos e cenas diferentes são representados. A porta original foi substituída no século XVI por uma maneirista.
 Aqui estão representados todos os Apóstolos.




Algumas fotografias do exterior da Catedral tiradas de vários sitios diferentes. 




Burgos, Semana Santa de 2019

quarta-feira, 22 de maio de 2019

Catedral de Burgos porta de Sarmental

A belíssima e monumental porta de Sarmental da Catedral de Santa Maria.
Na fachada sul situa-se a Porta Sarmental, em estilo gótico, concluída por volta de 1235. É a mais clássica e elegante das entradas da catedral, pelas suas proporções e beleza do conjunto escultórico. No tímpano temos Cristo majestático, Mestre com o Livro da Sabedoria na mão, rodeado pelos quatro evangelistas e seus símbolos. Abaixo, no dintel, os doze Apóstolos com o livro do Evangelho na mão. As estátuas das jambas, foram substituídos no século XVII e representam Abraão e Moisés para a esquerda e S. Pedro e S. Paulo à direita. Na arquivolta, anjos com velas e os anciãos do Apocalipse.
Idalisa ao pé deste belíssimo túmulo que fica do lado direito da Porta Samental  no exterior da Catedral.
 Algumas imagens do interior da Catedral. 



Uma porta monumental e de grande beleza. 




Burgos, Semana Santa de 2019

terça-feira, 21 de maio de 2019

Catedral de Burgos dedicada à Virgem Maria

Idalisa numa das ruas que dão acesso à imponente Catedral de Santa Maria de Burgos.

A Catedral de Burgos é dedicada à Virgem Maria e sua construção começou em 1221, seguindo os padrões góticos franceses, mas também segue a tradição germânica, especialmente nas agulhas de pedra perfuradas e ornamentação geométrica.
Uma das belas rosáceas da Catedral.


Ruas sempre muito movimentadas de turistas e peregrinos. 
Idalisa "descansando" ao lado do peregrino com a Catedral por trás.



Burgos, Semana Santa de 2019

domingo, 19 de maio de 2019

Andarilhando pelas ruas de Burgos

Andarilhando pelas ruas da antiga Burgos ao fundo o Arco de San Gil.

Curiosa esta casa com a fachada repleta de vasos com flores ao bom estilo de Córdoba.
Igreja de San Esteban um templo católico, já sem culto, localizado no bairro do mesmo nome na cidade de Burgos. Notável construção gótica construída entre o final do século XIII e início do século XIV, actualmente abriga o Museu do Retábulo, infelizmente estava fechado.
O amigo António que nos serviu de cicerone em Burgos mais a Idalisa a fazerem uma pausa na nossa caminhada pela cidade.

Um belo monumento dedicado aos velhotes, onde não podia faltar a Idalisa hehe.

Finalmente a Idalisa arranjou um guarda costas à sua altura.
Burgos, Semana Santa de 2019

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...