sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Olhar a Casa de João Bordeira

Pelo quinto aniversário da Casa da Cultura de Setúbal foi convidado João Bordeira a apresentar uma exposição fotográfica com olhares pela Casa, exposição na Sala Anexa à Galeria.






Setúbal, Novembro de 2017

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Veleiro: Alcatraz UK 164

Um belo veleiro que esteve de visita nestas águas tranquilas e calmas da bela baía de Sines, como é evidente aproveitei para lhe tirar umas quantas fotografias e tenho pena de não saber mais sobre o veleiro.

O veleiro com a Marina de Sines por detrás. 





Sines, 22 de Setembro de 2017 

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Persistência do Mito de António Caetano (2)

Pintura de António Caetano no Centro de Artes de Sines até ao dia 21 de Janeiro de 2018.
“Persistência do mito” é o título da exposição de pintura, da autoria de António Caetano. A mostra, integrada nas comemorações do Dia do Município de Sines, é promovida pela câmara municipal. Licenciado em Artes Plásticas, António Caetano é natural de Sines, onde vive. Nesta sua primeira retrospectiva individual na cidade, apresenta 17 telas e 50 desenhos, os quais “sintetizam uma vida de pintura marcada pela ligação do património da história da arte a temas contemporâneos”.

Metamorfose de Jasão
Na Metamorfose de Jasão a insatisfação permanente da sociedade contemporânea, na busca incessante por mais e mais, que é a base instável em que se assenta a nossa sociedade de consume, é vista como um paralelo da busca do herói grego pelo Tosão de Ouro. A irracionalidade desta postura, em que de alguma forma o Homem e o Mundo se autodevoram, é abordada com influências do surrealismo que nasceu no angustiado e desalentado cenário europeu do pós-guerra.
São Torpes
Despertar Inconsciente
Brexist de Narciso
Assim reencontramos por exemplo o mito de narciso, apaixonado pela sua própria imagem reflectida nas águas paradas de um lago, como ponto de partida para interpretar a atitude britânica perante a Europa actual. 
Êxodo Sírio
O Êxodo Sírio entra-nos diariamente pela casa adentro em todos os noticiários de televisão. É um conflito que volta ciclicamente ao longo da história, nascido no mesmo berço da nossa civilização ocidental e das grandes religiões monoteístas. este complexo puzzle desfila perante os nossos olhos, sem que se compreenda a razão profunda do seu sentido. Clara e misteriosa, transparente e opaca, como a alma humana.
Constelação de Centauro
Entre a ilha dos mortos de Arnold Böcklin e um dia intemporal de sol, ergue-se uma arquitectura celeste, onde se inserem rigorosamente as constelações do zodíaco, contemplando a fragilidade dos barcos de papel à deriva nas águas, que por elas se guiam. Entre a luz e as trevas, o branco e negro, a batalha é constante e inconsequente.
Melodia de Apolo
Sines, 29 de Novembro de 2017

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Persistência do Mito de António Caetano (1)

Pintura de António Caetano no Centro de Artes de Sines até ao dia 21 de Janeiro de 2018.
“Persistência do mito” é o título da exposição de pintura, da autoria de António Caetano. A mostra, integrada nas comemorações do Dia do Município de Sines, é promovida pela câmara municipal. Licenciado em Artes Plásticas, António Caetano é natural de Sines, onde vive. Nesta sua primeira retrospectiva individual na cidade, apresenta 17 telas e 50 desenhos, os quais “sintetizam uma vida de pintura marcada pela ligação do património da história da arte a temas contemporâneos”.

Farol de Tróia
Aquiles e Heitor
Aquiles e Heitor, os dois heróis da Guerra de Tróia, fundem-se num só. São realidades de um mesmo corpo, de um mesmo mundo, de uma mesma sociedade onde o conflito integra a própria natureza do ser. Um mundo que se autodevora, se autodestrói, e que faz desse conflito destrutivo a força motriz da permanente recriação e superação. 
Metamorfose de Jasão
Caminho de Babel
A visita de Zeus
Zeus visita-nos, descendo abruptamente do olimpo, trazendo consigo uma força destruidora. 
Em nome de muitos deuses se soltaram as fúrias sobre a terra. Em que tempos estamos?
Hoje?
Sempre?
Eterno reino de Acrísio
Acrísio, avô de Jasão, domina do seu trono um tabuleiro de xadrez, onde se joga uma partida maior do que ele próprio. Este mundo foge ao seu controle, dominado por forças que ultrapassam o reino que ele crê dominar. A arquitectura que ele sonha estável e firme é na realidade escorregadia e invertebrada como os lentos tentáculos de um polvo.
Sines, 29 de Novembro de 2017

domingo, 10 de dezembro de 2017

Persistência do Mito de António Caetano - desenhos

 Desenhos de António Caetano no Centro de Artes de Sines até ao dia 21 de Janeiro de 2018.
“Persistência do mito” é o título da exposição de pintura, da autoria de António Caetano. A mostra, integrada nas comemorações do Dia do Município de Sines, é promovida pela câmara municipal. Licenciado em Artes Plásticas, António Caetano é natural de Sines, onde vive. 
Tinta da China s/papel - Homenagem a Sigmund Freud
Tinta da China s/papel - Salomé
Tinta da China s/papel - A Invenção do Socialismo Científico
Tinta da China s/papel - Memórias do Futuro
Tinta da China s/papel - Nova Geração 1
Tinta da China s/papel - Nova Geração 2
Lápis de cor s/papel - Dança Tauromática
Lápis de cor s/papel - Chave Consciente
Lápis de cor s/papel - Cristo Transcendente
Lápis de cor s/papel - Sinfonia Humana

Sines, 29 de Novembro de 2017
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...