sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Universidade de Salamanca

A Universidade de Salamanca é o orgulho da cidade tanto pelo seu valor histórico, como artístico e cultural.
Fundada em 1218 pelo Rei León Alfonso IX. Consolidou-se como universidade na Carta Magna de Alfonso X no ano de 1254.
A Universidade no seu princípio seguiu o modelo de Bolonha, dando prioridade aos estudos de direito civil e canónico ante os estudos teológicos e filosóficos, com mais primazia na Universidade de Paris. Chegou a ser a universidade europeia de maior prestígio, sendo sua época de maior influência na Europa os séculos XV e XVI. São visitas obrigatórias sua fachada plateresca (Plateresco é um estilo arquitectónico exclusivo do Renascimento espanhol) e de uma grande beleza.
O monumento a Fray Luis de León virado para a entrada principal da Universidade.


Escondido entre centenas de esculturas na fachada da histórica universidade está um dos maiores tesouros de Salamanca: um sapo! Diz a lenda que se você o encontrar (sem pedir ajuda para ninguém!) terá boa sorte para o resto da vida e um casamento feliz.


Idalisa no patio de Escuelas Mayores, desenhado para facilitar a observação da grande e bela fachada da Universidade.



Idalisa no museu de arte sacra no interior da Universidade.



A belíssima capela da Universidade onde se destaca o retábulo com seis pinturas sobre tela realizadas por Antonio González Velásques e Francisco Caciániga. Nesta capela do lado esquerdo pode-se ver onde se guarda, num fórnice, o sepulcro com os restos mortais de Fray Luis de León.

Salamanca, Agosto de 2019

quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Biblioteca da Universidade de Salamanca

Claustros da Universidade que dão acesso ás várias salas de aula e à famosa biblioteca no piso superior.
Idalisa subindo as escadas do Claustro em estilo palatresco que dão acesso à biblioteca os seus baixo-relevos são de uma grande beleza.
Pórtico da porta de entrada da biblioteca.
A magnifica e espectacular biblioteca datada de 1254, criada por Alfonso, o Sábio, abriga manuscritos e incunábulos, cujo valor é impossível de calcular. Servem de exemplo o Tohá e os “livros redondos” que Torres Villarroel adquiriu na França e que eram na realidade globos terrestres, aos quais colocou esse nome para que a Biblioteca de Salamanca os admitisse.



 Flores que serviram de estudo para os alunos de botânica.
Algumas das famosas salas de aulas da Universidade.

Sala Paraninfo que está decorada com tapetes de Bruxelas e tem uma pintura de Carlos IV que não se vê na foto e que é atribuída a Goya.
Sala de aulas onde Fray Luis de León leccionava a cadeira de teologia no século XVI.
Esta é uma das modernas salas de aulas.

Salamanca, Agosto de 2019

quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Universidade de Salamanca

Monumento a Frei Luis de León no Pátio das Escolas do lado esquerdo a Reitoria da Universidade situada nas instalações que serviram de hospital para os estudantes. 
Pólo da Universidade dedicado aos estudos internacionais a construção do edifício começou em 1428, realizando diferentes reformas e obras de extensão ao longo de sua história. Seu acesso é feito através de uma cobertura estreita localizada em um dos cantos do pátio da escola, seguindo a fachada do Hospital del Estudio. A entrada, feita em 1532, é formada por dois arcos semicirculares que repousam sobre uma coluna central.  
Na parte superior da entrada podemos ver o escudo imperial de Carlos I, em uma solução plateresca semelhante à fachada principal da Universidade, salvando as notáveis ​​diferenças de tamanho. Depois da porta, um beco em forma de corredor levava os estudantes ao grande pátio com arcadas em torno do qual as escolas estavam organizadas. 

 Idalisa no belo pátio da Universidade. 

Salamanca, Agosto de 2019

terça-feira, 15 de outubro de 2019

Andarilhando por ruas de Salamanca

Monumento a Gerardo Gombau, 1983 em Bronze. Autor: Venancio Blanco. Lugar: Plaza de San Julián.
Gerardo Gombau Guerra compositor espanhol (Salamanca, 1906-Madrid, 1972). Fundador da New Music in Madrid (1958), seus trabalhos musicais também evoluíram de um nacionalismo conservador para uma abordagem sistemática à música serial e electrónica. Gerardo Gombau também actuou como pianista e maestro.



Este pequeno musico deu um espectáculo fantástico com o seu instrumento que tinha um som incrível.


Algumas antigas e típicas lojas da cidade.



Ao fundo o palácio de Monterrey localizado bem no centro da cidade, foi construído - no estilo do Renascimento italiano - Don Alonso de Zúñiga e Acevedo Fonseca, III Conde de Monterrey. A sua construção começou em em 18 de Janeiro de 1539, a sua imagem (com torres e decoração sumptuosa) simboliza a grande nobreza da Idade do Ouro espanhola.
Salamanca, Agosto de 2019

domingo, 13 de outubro de 2019

Andarilhando por Salamanca

Monumento ao Empresário 1987, com imagen de Mercúrio en bronze da autoria de Gabriel Sánchez Calzada, situado na confluencia de la Gran Vía con la calle Azafranal.

Igreja de Santo Tomás Cantuariense uma igreja românica do século XII, onde o famoso dramaturgo de Salamanca, Lucas Fernández, era padre da igreja na primeira metade do século XVI (desde 1514, coincidindo com a publicação de sua gravura teatral Farsas e eclogues).
 O Colégio da Imaculada Conceição de Calatrava , comummente chamado, Colégio de Calatrava é a única escola fundada em Salamanca por ordens militares cujo prédio ainda perdura; pertencia à Ordem de Calatrava .

A Catedral a espreitar por entre as árvores e por cima dos edifícios ao fim da rua.
Idalisa sentada ao pé  poeta local José Ledesma Criado, vestido com a capa de advogado, juntos às muralhas onde costumava passear.

As muralhas de Salamanca são um conjunto defensivo da cidade. Salamanca esteve fortificada ao longo da história em diversas ocasiões. Na actualidade existem bocados visíveis da muralha próximos das hortas de Calixto e Melibea junto ao rio Tormes.

Igreja de San Polo templo religioso que está actualmente em ruínas e está parcialmente integrada num hotel (Hotel San Polo).

A bela igreja Nueva del Arrabal dedicada à Santíssima Trindade, é uma igreja moderna construída em 1952 para substituir a antiga igreja do Bairro do Arrabal que estava em más condições e fica próximo do rio Tormes, perto da ponte romana.

Salamanca, Agosto de 2019
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...